Projeto MCA

Missões ao Coração dos Andes - Clique e saiba mais.

POVOS NÃO ALCANÇADOS

Não espere mais, comece hoje a fazer algo por eles…

CUMPRINDO O IDE!

Missões, um brado de Deus para este milenio.

PROJETO 4-14

Porque as crianças também precisam conhecer ao Senhor.

NOTICIAS DO CAMPO MISSIONÁRIO

Confira as últimas noticias da obra Missionária no Peru.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Irlanda: Igreja Católica encobriu abusos sexuais cometidos por padres

A Igreja Católica da Irlanda encobriu os abusos sexuais cometidos por padres da região de Dublin envolvendo centenas de crianças durante várias décadas, segundo um relatório de uma investigação oficial, publicado nesta quinta-feira.

O documento, de mais de 700 páginas, fala sobre a atitude da hierarquia católica no arcebispado de Dublin entre os anos 1975 a 2004. Acusa, principalmente, quatro arcebispos por não terem denunciado à Gardai (polícia) que sabiam dos abusos sexuais, cometidos a partir dos anos 60.

"A preocupação do arcebispado de Dublin na gestão dos casos de abusos sexuais com crianças, pelo menos até metade dos anos 1990, foi de guardar segredo, evitar o escândalo, proteger a reputação da Igreja e de preservar seus bens", continuou o documento.

"A comissão não tem dúvidas de que os abusos a crianças pelo clero foram dissimulados pelo arcebispado de Dublin e as outras autoridades eclesiásticas durante o essencial do período", destacou o relatório.

"As autoridades do Estado facilitaram esta dissimulação, ao não assumirem suas responsabilidades" e "o bem-estar das crianças, que deveria ter sido a prioridade, não era nem um fator levado em consideração no início", acusou o relatório.

A comissão divulgou ainda "o caso de um padre que admitiu ter abusado sexualmente de mais de 100 crianças" e de um outro que "reconheceu ter cometido abusos, em média, uma vez a cada quinze dias durante seu ministério que durou mais de 25 anos".

Em entrevista à imprensa, o ministro islandês da Justiça Dermot Ahern manifestou seu sentimento de "repugnância e de cólera" ao ler este informe.

Ahern disse que o relatório é um "catálogo de atos maléficos cometidos em nome do que era considerado como o bem geral".

Ele destacou a "ironia cruel de uma igreja que, motivada em parte pelo desejo de evitar o escândalo, criou um outro, de dimensão incrível".

As conclusões desta investigação apareceram seis meses após um outro relatório que horrorizou a Irlanda em maio, revelando décadas de abusos sexuais, a partir dos anos 1930 em instituições para crianças dirigidas pela Igreja Católica.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Noticias da Obra

Amados e queridos irmãos, graça e Paz de Deus nosso Padre e do nosso Senhor Jesus Cristo.

Estou muito agradecido a Deus pela oportunidade de estar escrevendo a vos, falando um pouco das maravilhas do Espirito de Deus neste lugar.

Quero comunicar aos irmãos uma grande benção, este mes de outubro Deus abriu as portas e conseguimos rebocar mais 15 metros x 3,5 da parte de dentro do Templo, esta ficando muito lindo o trabalho, Deus esta abençoando bastante e agora só falta a metade da parte de dentro para rebocar, nosso desejo é ainda neste ano terminar o reboco da toda a parte de dentro para poder pintar e estar inaugurando o templo, lhes pedimos suas orações por esta obra, para que Deus abra as portas para que seja terminada a parte do reboco de dentro.

Lhes quero pedir oração tambem pela vida da irmã Liliana, uma jovem de 18 anos, que ja faz dois meses aproximadamente esta congregando conozco, tem sido fiel nos cultos de oração, ensino, ou seja, esta sempre ai, estivemos visitando a familia da irmã Liliana e foram na igreja (um total de 6 pessoas da sua familia), se converteram a Cristo, estão fieles ao Señor e entre eles uma señora de uns 65 anos, que tem um problema na perna para caminar, lhes pido suas orações por esta familia, em especial por esta señora (avó de Liliana), para que Deus a cure e ela possa dar testemunho entre seus familiares das maravillas que ainda faz nosso Señor Jesus.

Estamos preparando desde ja pelo fim de ano aquí com as crianças, nosso desejo é que Deus abra as portas para poder estar fazendo um compartir com elas, dando uma chocolatada com panteones, etc. Orem por essas crianças, pois o trabalho que vem sendo realizado esta muito abençoado e neste fim de ano queremos fazer uma festa bonita com eles.

A obra em José Carlos Mariategui esta muito bonita, tem pessoas que estão cegando para escutar a palabra do Señor, este mes estamos fazendo cultos do lado de fora (ar livres) e pregando o Evangelho do nosso Señor Jesús, orem pela conversão de almas neste bairro.

Que Deus abençoe muito vossas vidas, obrigado por tudo o que tem feito em favor da Obra Missionaria, por vossas orações e contribuições, essa obra só tem sido possivel porque Deus tem levantado pessoas como vocês que tem apoiado com vossas orações e contribuições, que Deus vos recompense em tudo.

Atenciosamente: Familia Misionera

Elias, Deysi y Lilian

Conquistando para el Cordero que fue inmolado

las recompensas de sus sacrificios.


Confiram as Fotos Abaixo:




sábado, 31 de outubro de 2009

Governo da China já Deportou a mais de 100 Missionarios



Nos últimos meses o governo da China expulsou e deportou mais de 100 missionários cristãos, em uma operação silenciosa, especialmente vindos de países como os Estados Unidos, Canadá, Coréia do Sul, Cingapura, Austrália e Israel. Trata-se mais ostensiva ação do gênero desde 1954.
As expulsões têm ocorrido principalmente em Beijing, Xinjiang, Tibet e Shandong. Só em Xinjiang, mais de 60 trabalhadores cristãos – dentre professores de inglês, homens de negócios e funcionários de organizações humanitárias – foram expulsos, alguns deles já viviam na região há pelo menos 15 anos.
Cerca de 15 casais cristãos vindos dos Estados Unidos foram obrigados a deixarem o país no mês de maio.
No dia 31 de maio, em Linyi (Shandong), um cidadão israelense e outro norte-americano foram presos durante uma reunião de oração com 70 líderes de igrejas domésticas.
Sem contato com a Embaixada
Em Beijing, no dia 1 de julho, três cristãos dos Estados Unidos foram presos e obrigados a deixarem o país sem ao menos poder entrar em contato com a Embaixada norte-americana na China.
O ministro chinês de Relações Exteriores não quis comentar o assunto. Susan Stevenson, porta-voz da Embaixada norte-americana, admitiu a ocorrência de algumas deportações, sem dar mais detalhes.
Ação missionária
Grupos cristãos ao redor do mundo têm divulgado que planejam enviar milhares de voluntários para evangelizar a China.
O governo chinês controla a religião e exige que qualquer atividade seja vinculada às organizações oficiais religiosas, submetidas ao partido comunista. Todo o tipo de atividade religiosa autônoma é punida com prisão.
Oremos pelos missionarios que estão trabalhando com os chineses, a perseguição esta crecendo sim, mas sabemos que Deus é poderoso para fazer uma grande obra e muitos irmãos chineses ainda estão por converterse ao Senhor Jesus, que nossa oração seja para que Jesus levante missionarios autoctones que possam evangelizar e ganhar seu povo pra Jesus.
***

domingo, 25 de outubro de 2009

Noticias do Campo



Amados e queridos irmãos leitores do Blog Missões Perú, graça e Paz de Deus nosso Padre e do nosso Senhor Jesus Cristo.

Estou muito agradecido a Deus pela oportunidade de estar escrevendo a vos, falando um pouco das maravilhas do Espirito de Deus neste lugar.

Em primeiro lugar quero pedir as orações dos irmãos por toda a Nação Peruana, principalmente neste mes de outubro, pois todo o país esta (como é costume todos os anos) em uma grande idolatria, com peregrinações, procissões, há uma atadura espiritual muito grande, no caso de La Union, em especial, lhes pido vossas orações, não tem um dia neste mês que eu não tenha visto uma procissão, as ruas, inclusive do centro estão sendo fechadas pelas autoridades por causas das procissões em suas diferentes horas, houve um dia que em uma procissão eu vi 5 idolos, o primeiro e mais grande era maior do que eu, até o ultimo, em ordem decrescente que era do tamanho de uma criança de 3 anos. Nas peregrinações as pessoas vão até onde esta o idolo e quando estão chegando começam a ir arrastando-se pelo chão, de joelhos... nes mes ja morreram duas pessoas por essas peregrinações. Orem muito por esse povo, para que Deus os liberte dessa idolatria que os tem escravizado. Essa legião não sai senão com Jejum e oração.

Quero pedir aos irmãos que estejam orando pela nossa vida, estou com o proposito de estar vijando pra Selva Peruana pra visitar os irmãos que estão lá e estar fazendo um trabalho evangelistico com os indios nativos, ficar lá uns 30 dias pra fazer um avance Evangelistico e estar pregando o Evangelho entre eles, a distancia de Piura a Pucallpa (Selva Peruana) é de 1766Km, da cidade onde vivo a Pucallpa seriam 1800Km, o custo da viagem seria um aproximado de 1500 reais, não tenho nenhum centavo, mas confio no Senhor que as portas se abrirão para podermos fazer esta viagem, orem por nós.

Que Deus abençoe muito vossas vidas, obrigado por tudo o que tem feito em favor da Obra Missionaria, por vossas orações e contribuições, essa obra só tem sido possivel porque Deus tem levantado pessoas como vocês que tem apoiado com vossas orações e contribuições, que Deus vos recompense em tudo.
Atenciosamente: Familia Misionera
Elias, Deysi y Lilian

Conquistando para el Cordero que fue inmolado
las recompensas de sus sacrificios.


Procissão ao cautivo de Ayabaca




Peregrino carregando sua Cruz



Peregrino arrastandose para chegar ao idolo


***


sábado, 12 de setembro de 2009

Missão Portas Abertas - Israel x Palestinos

"Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo."João 16.33

Como você deve estar acompanhando nos noticiários, a situação em Gaza está muito ruim. O que você provavelmente não ouviu falar foi sobre nossos irmãos.

Os cristãos palestinos são considerados estrangeiros por palestinos radicais e israelenses. Por isso, encontram-se com menos opções de receber socorro em meio a esse conflito, que tem deixado muitas baixas, sem previsão de terminar.

A Igreja Batista de Gaza foi atingida pelo bombardeio e muitos cristãos palestinos estão fugindo para a Cisjordânia.

Os ataques das últimas semanas deixaram mais de 500 mortos e 2 mil feridos, e acredita-se que o número de vítimas aumentará.

A pequena comunidade cristã em Gaza precisa das suas orações. Ore por eles juntamente com seus amigos e sua igreja.

Dedique essa semana em oração pelos irmãos palestinos; para que, na força do Senhor Jesus Cristo, tenham bom ânimo e vençam a aflição pela qual passam.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

11/Setembro - Entrevista com o Fundador das Missões Portas Abertas



INTERNACIONAL - Oito anos se passaram desde o atentado terrorista aos Estados Unidos que destruiu o World Trade Center e matou milhares de pessoas. Na entrevista a seguir, o Irmão André, fundador da Portas Abertas, fala sobre as mudanças que aconteceram no mundo desde então, reafirma a importância do perdão e do amor como agentes capazes de influenciar o mundo muçulmano e insiste em que a igreja precisa aprender o significado da vida sacrificial.








O dia 11 de setembro marca o 8º aniversário do ataque às Torres Gêmeas na cidade de Nova Iorque. Não parece que cinco anos se passaram, não é mesmo?


Irmão André: Não, não parece porque as coisas mudaram muito rapidamente.
Foi um dia que ninguém irá esquecer.


Irmão André: Eu ainda lembro o que estava fazendo naquele dia e hora. Johan (Companjen, Presidente de Portas Abertas Internacional) veio à minha casa. Eu estava colado na televisão. Johan e eu gravamos não sei quantas horas de notícias sobre o ataque. Quando desastres como esse acontecem, as notícias se tornam repetitivas e perdem seu valor. Nós tivemos muitas guerras e ataques, tsunamis e terremotos, e ficamos quase imunes. Primeiro ocorreu um despertar (espiritual) e depois os americanos tentaram voltar a dormir. E o resto do mundo nem acordou...


***

Para Meditar

domingo, 6 de setembro de 2009

Deus Não Escolhe os Capacitados, Mas Capacita s Escolhidos!


Duas crianças estavam patinando num lago congelado da Alemanha.

Era uma tarde nublada e fria, e as crianças brincavam despreocupadas.

De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou.A outra, vendo seu amiguinho preso e se congelando, tirou um dos patins e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim quebrá-lo e libertar o amigo.


Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:


- Como você conseguiu fazer isso? É impossí vel que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!


Nesse instante, o gênio Albert Einstein que passava pelo local, comentou:- Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:- Pode nos dizer como?


- É simples, respondeu Einstein. Não havia ninguém ao seu redor, para lhe dizer que não seria capaz.

“Deus nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos”.


Fazer ou não fazer algo, só depende de nossa vontade e perseverança.


Albert Einstein


"Deus nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos. Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança”.


Deus não quer que sejamos eficientes de uma hora para outra. Ele nos quer exatamente como somos e estamos neste exato momento: caídos, calejados, duvidosos ou alegres, motivados e cheios de luz.

A única coisa que deseja é que estejamos disponíveis ao aprendizado de seu amor. E com humildade, entrega, paciência e compaixão conquistar a paz interior que Ele tanto nos fala.

Lembrem, quando Jesus convidou os pescadores para segui-Lo sabia que tinham muito a aprender, principalmente sobre a fé, amizade, fidelidade e tolerância. Ele não os queria prontos, preparados, cheios de sabedoria. Queria despertar em seus homens a fé genuína, a amizade verdadeira, o espírito solidário e fraterno, um caminho de vida nova.

Portanto, anime-se, não há ninguém mais preparado que você... por que os atributos materiais e intelectuais não contam...Aquele que já atingiu a sabedoria compreende que é preciso somente a entrega total à vontade divina... Todos podemos ser colaboradores nesta busca. É só nos capacitar a seguir o Amor, a alegria, o perdão, a reconciliação e encontrar o nosso celeiro de bênçãos e graças...

Se você acha que até hoje não foi uma boa pessoa para seu pai, sua mãe, seus filhos, sua família, seu companheiro, seus amigos... É tempo de mudar, comece agora a viver de modo diferente!Tenha paciência, perseverança, humildade, vontade de mudar que tudo se transformará...Acredite, você pode, você consegue, você é capaz!


***

sábado, 5 de setembro de 2009

Não esqueça os maus...

A seguinte oração foi encontrada entre os pertences pessoais de um judeu, morto num campo de concentração:



"Senhor: quando vieres na Tua glória, não te lembres apenas dos homens de boa vontade; lembra-Te também dos homens de má vontade. "E, no dia do Julgamento, não Te lembres apenas das crueldades, sevícias, e violências que eles praticaram: lembra-Te também dos frutos que produzimos por causa do que eles nos fizeram. Lembra-Te da paciência, da coragem, da confraternização, da humildade, da grandeza de alma e da fidelidade, que nossos carrascos terminaram por despertar em nossas almas. "Permite então, Senhor, que os frutos por nós produzidos possam servir para salvar as almas dos homens maus."



Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus. - Mateus 5:44

Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não amaldiçoeis. - Romanos 12:14

***
Fonte: Soli Limberger

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Não vou orar pelo missionario...



Na ocasião que Tony Campolo, pregador e escritor cristão, participou de uma conferência anual organizada pela Associação das Mulheres Cristãs, durante a conferência, a presidente da Associação leu em alta voz a carta de um missionário que estava precisando urgentemente de quatro mil dólares. Depois de ler essa emocionante carta, a presidente disse: “Então, gostaria de pedir ao pregador de hoje, irmão Campolo, que orasse pedindo a Deus que supra a necessidade desse missionário. Irmão Campolo, poderá fazer uma oração?”.


Então, ele respondeu: “Não”, surpreendendo a presidente da Associação. E prosseguiu dizendo: “Eu não vou orar para que Deus preencha a necessidade do missionário. Mas vou colocar em cima da mesa todo o dinheiro que tenho no meu bolso e peço para que todos façam o mesmo. Se todo o dinheiro arrecadado não completar os quatro mil dólares, então eu irei orar”.


Em seguida, Tony Campolo esvaziou sua carteira. Com isso, as trezentas pessoas presentes também esvaziaram suas bolsas e carteiras. Resultado disso, o dinheiro arrecadado ultrapassou a quantia de quatro mil dólares. Vendo isso, Campolo disse: “Neste momento não precisamos pedir para que Deus supra nossas necessidades, pois o que precisamos já está aqui. Devemos orar para que possamos entregar essas coisas”.


***
Fonte: Buscai o Reino

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Biografia de Hudson Taylor


James Hudson Taylor, nasceu em 1832, na cidade de Barnsley, em Yorkshire, na Inglaterra. Era de família metodista, e recebeu muita influência espiritual de seus pais e avós, bem como seus irmãos William e Amélia. Seu pai, um farmacista, sempre teve preocupação com a condição espiritual da China, e sempre que tinha oportunidade, realizava reuniões especiais para discutir como poderia ajudar aquele tão grande país.

Quando Hudson tinha apenas cinco anos, ele disse ao seu pai: “Quando eu crescer serei um missionário na China”. Apesar desta afirmação, os anos de adolescência de Hudson foram conturbados, e as influências de amigos não lhe ajudaram. Porém, sua mãe e irmã não cessavam de interceder por ele.


Conversão e Chamada

Em junho de 1849, aos dezessete anos, ao ler um folheto escrito pelo seu pai acerca da obra de Cristo, Hudson compreendeu o plano da salvação, e como resultado, entregou sua vida a Jesus. Neste mesmo ano, sentiu a chamada do Senhor para trabalhar como missionário na China. Ao dizer sim à chamada, começou a se preparar em todos os aspectos de sua vida, a fim de atingir o objetivo de evangelizar a China. Logo começou a aprender o Mandarim através de uma cópia do Evangelho de Lucas. Hudson também soube da grande necessidade de médicos na China, e assim começou a estudar medicina, a fim de estar preparado para o campo em que iria trabalhar.

Seu treinamento médico começou na cidade de Hull e continuou em Londres. Além disso, estudou Teologia, Latim e Grego. Por saber que deveria depender totalmente de Deus para o seu sustento diário na China, Hudson muitas vezes colocava-se em situações para provar sua própria fidelidade e confiança em Deus. Enquanto estava em Hull, vivia basicamente se alimentando de aveia e arroz, e grande parte do seu salário ofertava para a obra do Senhor. Um certo dia, quando evangelizava os pobres, um certo homem lhe pediu que fosse orar por sua esposa que estava morrendo em casa. Ao chegar ali, viu uma casa cheia de crianças passando fome, e a mãe que estava muito enferma. Compadecido daquela situação, depois de orar, tirou do seu bolso a única moeda que tinha, o sustento da semana, e ofereceu ao casal. Milagrosamente, naquele mesmo dia, alguém lhe procurou e trouxe um envelope cheio de dinheiro. Esta experiência ensinou a Hudson Taylor que Deus era o seu provedor.


Partida Para China

No dia 19 de setembro de 1853, com 21 anos, e associado à Sociedade de Evangelização Chinesa, Hudson Taylor partiu para a China a bordo do navio de carga chamado Dumfries. Após seis longos meses de viagem com intempéries e perigos de morte, ele chega finalmente em Xangai. Ao juntar-se com outros missionários ingleses, residentes daquela mesma cidade, Hudson notou a grande deficiência da evangelização no interior do país. Nesta época, a China estava passando por momentos tumultuosos, e Xangai havia sido tomada por rebeldes. Por isso, todos os missionários estavam nas cidades da costa, e envolvidos mais com o comércio e a política externa, do que verdadeiramente com a evangelização da nação.

Ponderando tudo isso em seu coração, Hudson decidiu que haveria de trabalhar no interior da China, onde o evangelho não tinha sido levado. Assim, ele começou o seu trabalho distribuindo literatura e porções bíblicas para as vilas ao redor de Xangai, sendo uma delas Sungkiang. Ao estar no meio do povo, ele notou como as pessoas o olhavam diferente por causa de sua roupa ocidental. Sendo assim, ele decidiu adotar os costumes da terra, vestindo-se como um chinês, deixando seu cabelo crescer e fazendo uma trança, como os outros chineses. Este ato conquistou o respeito de muitos chineses, porém, para os missionários ocidentais, uma falta de senso.

Em 1856, Hudson começou a trabalhar na cidade proeminente de Ningpo. Ali, se casou em janeiro de 1858 com a senhorita Maria J. Dyer, filha de missionários, porém orfã, que trabalhava numa escola para meninas. Um ano depois, Hudson assumiu a direção da Missão Hospitalar de Londres em Ningpo. Não só Deus o prosperou, como muitos dos doentes aceitaram a Jesus e se recuperaram de suas enfermidades. Ele começou a orar por mais missionários para o país.


Volta à Inglaterra

Depois de estar sete anos na China, Hudson regressou à Inglaterra por motivos de saúde. Ao partir em 1860 para a Inglaterra, não imaginava que estaria seis anos longe do campo. Apesar da distância, o seu coração estava ligado à China. De frente a um mapa da nação, todos os dias ele orava, pedindo que Deus enviasse pessoas dispostas a ganhar as almas chinesas. Juntamente com o Sr. F. Gough, Hudson fez a revisão do Novo Testamento para o chinês e escreveu vários artigos sobre as missões na China.


Os Anos de Provação

Ao recrutar alguns missionários, Taylor viu a necessidade de ter uma missão que suportasse e direcionasse esses novos missionários no interior da China. Para este fim, é que a “Missão para o Interior da China” foi fundada. Durante o tempo que esteve na Inglaterra, enviou cinco obreiros para a China, e em 1864, Hudson pediu a Deus 24 missionários, dois para cada província já evangelizada no interior e dois para a Mongólia. Deus assim cumpriu o seu desejo, e em 26 de maio de 1866, Hudson e Maria, seus quatro filhos e os 24 missionários estavam embarcando no navio Lammermuir em direção à China.

Estabelecidos em Ningpo e em Hangchow, o trabalho missionário começou a se expandir para o sul da província de Chekiang. Dez anos depois, o norte de Kiangsu, o oeste de Anhwei e o sudeste de Kiangsi tinham sido alcançados.

Em um período de três anos, Hudson sofreu a perda de sua filha mais velha Gracie, seu filho Samuel, seu filho recém-nascido, e em julho de 1870, sua esposa também morre de cólera. Mesmo passando por este vale, Hudson Taylor não desistiu de sua chamada para a grande China.


Novos Horizontes

Em 1871, quando voltava para visitar o restante de seus filhos que haviam sido enviados à Inglaterra, Taylor teve a oportunidade de viajar com uma grande amiga e missionária na China, Jennie Faulding, com a qual se casou em 1872 na Inglaterra. Entre 1876 e 1878 muitos outros missionários vieram dar o seu apoio no campo, vindos de todas as partes do mundo. Hudson esteve por alguns meses acometido de uma enfermidade na coluna, a qual o paralisou, porém, ainda na cama, ele conseguiu enviar dezoito novos missionários para a China. Milagrosamente, depois de muitas orações, Deus o curou e ele voltou a caminhar com saúde completa.

Em 1882, Hudson orou ao Senhor por 70 missionários, e fielmente Deus proveu os missionários e o suporte para cada um deles. Em 1886, Hudson toma outro passo de fé, e pede ao Senhor 100 missionários. Milagrosamente, 600 candidatos se escreveram vindos da Inglaterra, da Escócia e da Irlanda, se prontificando para o trabalho. Em novembro de 1887, Hudson anuncia alegremente a partida dos cem missionários para a China.

O trabalho da Missão se espalhou por todo o interior do país, segundo o desejo de Hudson Taylor, e no final do século, metade de todos os missionários evangélicos do país estavam ligados à Missão.

Em outubro de 1888, depois de haver visitado os Estados Unidos e Canadá, Hudson parte mais uma vez em direção à China, acompanhado de sua esposa e mais 14 missionários. Durante os próximos quinze anos, Hudson dispendeu o seu tempo visitando a América, Europa e Oceania, recrutando missionários para China. O desafio agora não era apenas de cem, mas de mil missionários.


Sua Última Viagem

Em abril de 1905, com 73 anos, Hudson Taylor faz a sua última viagem à China. Sua esposa Jennie havia falecido, e ele tinha passado o inverno na Suécia. Seu filho Howard, que era médico, juntamente com sua esposa, decidiram acompanhar Hudson nesta viagem. Ao chegar em Xangai, ele visita o cemitério de Yangchow, onde sua esposa Maria e quatro de seus filhos foram sepultados, durante o seu trabalho naquele grande país. Após haver percorrido todos as missões estabelecidas pela sua pessoa, Hudson Taylor, estabelecido agora na cidade de Changsa, deitou-se numa tarde de 1905 para descansar, e deste sono acordou nas mansões celestiais.

A voz que cinquenta e dois anos atrás havia dito a Hudson Taylor: “Vai à China”, agora estava dizendo: “Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco fostes fiel, sobre muito te colocarei; ENTRA NO GOZO DO TEU SENHOR!”

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Noticias da Obra


Queridos irmãos em Brasil, Gracia y Paz de Dios nuestro Padre y de Nuestro Señor Jesucristo.

Agradezco a Dios por esta oportunidad que me concede de poder estar escreviendo a vos, hablando un poco de las bendiciones del Señor aquí en Perú.

Este dia Domingo 26 de Julho estivemos realizando um batismo, em uma praia aquí chamada São Pedro, os novos irmãos que se batizaram se chamam: Lili Mechato, Cesar Eduardo, Jean Carlos e Maria Isabel, lhes pedimos suas orações por estes irmãos, orem pelo crecimento espiritual deles, para que Deus continue abençoado suas vidas em nome de Jesús.

Aquí tem um irmão chamado Angel, é um dos primeiros convertidos, se converteu em 2005, no começo da obra, chegou enfermo das pernas e Deus o curou ele e voltou para casa caminhando, esse irmão tem apoiado bastante a obra aquí, nao falta um dia de Culto, apoia no bairro onde estamos começando a obra nova, tem demonstrado ser de muita ajuda, vendo os frutos na vida dele, o consagramos a cooperador, um obrairo mais para a seara do Senhor, lhes pedimos as oraçoes sobre a vida Dele e ministerio, para que possa seguir crecendo em graça e conhecimento do nosso Señor Jesús.

Com muito trabalho e esforço conseguimos rebocar sete metros da parte de dentro do templo (21m cuadrados), lhes pedimos aos irmãos que orem para que Deus abra as portas para que todo o templo seja rebocado, e não só isso, senão que seja construida tambem as classes para as crianças na Escola Biblica, pois ainda estamos emprestando a sala da casa de um irmão, (sala de esteiras) e ai estamos fazendo a Escola Biblica com as crianças.

Agradecemos por vossas orações e contribuiçoes, sabemos que tem dado muito fruto aquí vossa intercessão, pois as almas se estão convertendo, aproveito para contar o caso da irmã Teodora, que Deus salvou com todos os seus filhos, ela estava enferma (deprimida e oprimida pelo diabo), fizemos um culto na casa dela, e ela e os filhos receberam a Jesús, oramos por ela e por toda a familia, e hoje estão congregando libertos pelo poder do nome de Jesús. Aleluyas!

Muchas gracias por el apoyo, por vuestras oraciones y contribuciones, Que Dios los reconpense en todo, de corazón agradecemos!

Atenciosamente: Familia Misionera
Elias, Deysi y Lilian

Conquistando para el Cordero que fue inmolado
las recompensas de sus sacrificios.