quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Paquistão: Cristão é Perseguido Por Seus Irmãos

Em primeiro lugar ele foi abordado com ofertas de dinheiro, casa e esposas, feitas pelo Imam local, mas então, foi agredido e ameaçado de morte por seus irmãos. Essa é a história de Riaz Masih, 26, um cristão de Kallur Kot, uma cidade de Punjab, que é culpado de não se converter ao islamismo.

Os pais de Riaz Masih, cristão, morreram quando ele era jovem. Ele, juntamente com seus irmãos e irmãs, cresceu sob a liderança de Moulvi Peer-Akram Ullah, o imam local. O líder muçulmano tentou convertê-lo ao islamismo, sem sucesso.

No dia 8 de fevereiro, Masih contou que sua casa em Kallur Kot foi invadida. “Eles me ameaçaram, dizendo que eu havia chegado a um beco sem saída: conversão ao islã ou morte”. De acordo com a história relatada pelo jovem, seus irmãos o perseguiram dizendo que “matar um infiel não é pecado”, e entra na questão de “plenos direitos em nome do Deus Todo-Poderoso”. 

Anteriormente, o imam Akram-Ullah e seus irmãos haviam oferecido um milhão de rúpias (cerca de US$ 12.000), uma esposa e a casa de sua escolha para ele abraçar a religião de Maomé. Pelos mesmo métodos, o líder muçulmano havia convencido seus irmãos a se converteram e aceitar a visão fundamentalista do islã. Mas o jovem cristão nunca se entregou.


***
Fonte: AsiaNews