Projeto MCA

Missões ao Coração dos Andes - Clique e saiba mais.

POVOS NÃO ALCANÇADOS

Não espere mais, comece hoje a fazer algo por eles…

CUMPRINDO O IDE!

Missões, um brado de Deus para este milenio.

PROJETO 4-14

Porque as crianças também precisam conhecer ao Senhor.

NOTICIAS DO CAMPO MISSIONÁRIO

Confira as últimas noticias da obra Missionária no Peru.

domingo, 31 de julho de 2011

terça-feira, 26 de julho de 2011

A morte de Amy Winehouse e o discurso de Lula

Por Augustus Nicodemus Lopes
Amy Winehouse foi encontrada morta hoje. Desconfia-se – e com muita razão – que a causa foi uma overdose. Aos 27 anos, Amy chegou ao fim de uma vida atribulada, marcada por escândalos, internações, sofrimento, fama, riquezas e popularidade.
Como é sabido, ela não é a primeira artista a morrer cedo por causa de drogas (assumindo que foi esta a causa da sua morte). Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Brian Jones, Kurt Kobain… são alguns dos nomes que estão sendo associados ao de Amy, de jovens artistas que morreram por causa de drogas. Não podemos esquecer, ainda que não tão jovens quanto Amy, Elvis Presley, Michael Jackson, Elis Regina.
O que leva pessoas famosas, ricas, populares e idolatradas pelas multidões a seguir um curso de auto-destruição terminando em morte precoce auto-infligida? Pesquisa recente mostrou que os jovens de hoje querem, mais do que serem ricos, serem famosos, aparecer na mídia, serem vistos e conhecidos. Amy Winehouse e todos os outros mencionados acima chegaram lá – e de quebra, ficaram ricos. Não deveriam ser pessoas felizes, alegres, satisfeitas, dedicadas ao trabalho, amantes da vida e de suas coisas boas?
Ao que tudo indica, parece ter faltado algo, alguma coisa que não podia ser comprada por dinheiro e nem substituida pela fama. Será que não se trata daquilo que os cristãos vêm dizendo há séculos, que o ser humano foi feito para a glória de Deus e que a sua alma não encontrará paz até que se satisfaça nele? Será que aqui não encontramos a razão pela qual um dia Jesus Cristo fez aquele convite conhecido?
“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve” (Mateus 11:28-30).
Amy, Elis, Elvis, Janis, Jimi e tantos outros parecem contradizer a recente declaração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que os ricos já vivem no céu, ironizando com o ensino de Jesus Cristo:
“Bobagem, essa coisa que inventaram que os pobres vão ganhar o reino dos céus. Nós queremos o reino agora, aqui na Terra. Para nós inventaram um slogan que tudo tá no futuro. É mais fácil um camelo passar no fundo de uma agulha do que um rico ir para o céu. O rico já está no céu, aqui. Porque um cara que levanta de manhã todo o dia, come do bom e do melhor, viaja para onde quer, janta do bom e do melhor, passeia, esse já está no céu”.
Para estes jovens e ricos artistas a vida, certamente, não parecia ser um céu, mas um verdadeiro inferno, a ponto de não mais se importarem em continuar vivendo. As riquezas não tornam este mundo em céu, Lula. Pelo menos, não para estas pessoas, que entre tantas outras, alcançaram glória humana, riquezas, popularidade e prestígio.
Meu caro Luiz Inácio, O inferno não está ausente na vida das celebridades, dos milionários e dos poderosos. Que o digam as vidas das celebridades marcadas pelos problemas familiares, os divórcios, os escândalos, as drogas, os suicídios. Eu também posso lhe apresentar gente pobre que é feliz, que tem um casamento abençoado, filhos honestos e trabalhadores.
Céu e inferno não se definem em termos de riqueza e pobreza, Lula, e nem em termos de popularidade e anonimato. Amy Winehouse certamente discordaria de suas palavras. E com ela todos aqueles outros jovens de 27 anos, que experimentarm o inferno existencial em suas vidas em meio à riqueza e celebridade. Pois, que outra razão teriam para não mais se importarem consigo mesmos, suas carreiras e as pessoas queridas ao seu redor?
Eu sei que tem celebridades que abusam das drogas, como Keith Richards, e que já vão com 80 anos de idade. Mas Amy e outros não conseguiram superar as angústias, perguntas, questionamentos, e o desespero que batem na porta de todos – inclusive dos ricos e dos famosos.
Adeus, Amy. Lamento muito mesmo sua morte.
Boa noite, Lula. Espero que o que aconteceu com Amy lhe leve, no futuro, a ponderar suas palavras quando for comentar assuntos que extrapolam as categorias de pobreza e riqueza, política e governo.
***
Augustus N. Lopes, no excelente blog O Tempora, O Mores

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Noticias da Obra Missionária em Chiclayo Perú - 01 de Julho 2011



Chiclayo, Lambayeque, Perú, 11 de Julio del 2011


Amados irmãos, PAZ DO SENHOR;

Nos Alegramos muito em poder escrever mais esta carta, relatando a vós o que vem sendo feito nesta cidade de Chiclayo, no norte peruano.

Espero que ao receberem esta carta se encontrem bem de saúde, cheios da paz e do amor que Cristo oferece a aqueles que nele creem. 

Já começamos a Escola Bíblica Dominical (que antes era realizada nos sábados), e louvamos a Deus pela aceitação que teve nos pais das crianças (com a missionária Deysi que esta encarregada deste trabalho, estivemos visitando os familiares, pais e responsáveis de cada criança da Escola Bíblica e falando que iriamos começar este trabalho no domingo), alguns pais estão trazendo as suas crianças até a porta da igreja para participar da EBD, todo domingo estamos dando um refrigério para elas, assim como já estávamos fazendo nos sábados, nosso desejo é implementar e poder ajudá-las também com alguma necessidade que tenham na escola, como um tênis, uma roupinha, material escolar, etc., lhes pedimos suas orações neste propósito, sabemos que a fé deve ser seguida por obras...


Na quarta feira dia 06 de julho, estivemos ensinando na igreja sobre a importância do Evangelismo Pessoal, sobre a necessidade de estarmos pregando sobre Jesus aos nossos familiares, vizinhos e amigos e marcamos um evangelismo para o dia sábado 09 de julho, graças a Deus os irmãos se animaram, falamos da necessidade da Obra Missionária neste culto, no sábado estivemos evangelizando, alguns irmãos foram a casas dos seus amigos, estivemos tocando as portas das casas que estão perto do ponto de pregação e foi uma benção, no dia domingo no culto houve a presença de duas visitantes, que foram trazidas por uma irmã nova convertida da igreja, já marcamos e esta semana as estaremos visitando para dar seguimento em nome de Jesus.

No Dia 31 de Julho estaremos realizando a primeira Festa do amigo aqui na cidade de Chiclayo (este trabalho consiste em um culto evangelístico no qual cada irmão da Igreja tem que trazer um amigo), aproveitaremos esta oportunidade para estar apresentando a estas pessoas o Plano de Salvação, falando do amor de Deus e o que Jesus fez e pode fazer pela vida delas, lhes pedimos suas orações em favor deste trabalho, sabemos que o inimigo não está feliz com esta obra, pois o nosso desejo é ganhar esta cidade para Cristo.


OBRIGADO JESUS, 06 MESES EM CHICLAYO

Neste dia 22 de junho se cumpriu 06 meses que chegamos aqui em Chiclayo, louvamos a Deus porque cada dia estamos vendo a providencia do Senhor em nossas vidas, é bom demais confiar no PAI, nestes 06 meses Deus já nos deu o privilégio de presenciar grandes milagres, ver almas se convertendo, pessoas sendo curadas, ver gente vindo do outro lado extremo da cidade para escutar a Palavra de Deus; nos evangelismos vemos a sede das pessoas em escutar a mensagem do Evangelho, a necessidade aqui é muito grande. Vemos também que a idolatria é forte e enraizada nos corações das pessoas, aqui em Chiclayo é forte também a presença da bruxaria, inveja, delinquência, roubos, etc. Necessitamos muito das orações dos irmãos, pedimos que intercedam em favor desta obra, pois há batalhas que ganhamos somente por meio da oração, OREM POR CHICLAYO, OREM POR ESTA OBRA, OREM POR ESTA FAMILIA MISSIONÁRIA.


Amados, Obrigado por tudo, que o Deus de PAZ os recompense por completo e os prospere grandemente, obrigado pelas vossas orações e contribuições, por tudo o que vocês tem feito em favor desta obra!



Grande Abraço!


Com muito carinho!

Família Missionária:
Pastor Elias Alves, Missionária Deysi de Alves e Lilian Adais.


CONQUISTANDO PARA O CORDEIRO QUE FOI IMOLADO
AS RECOMPENSAS DOS SEUS SOFRIMENTOS!

  PERU  PARA  CRISTO O .

terça-feira, 5 de julho de 2011

Pastor Cristão é Condenado a Morte no IRÃ

 
Pastor Yousef Nadarkhani 


IRÃ (2º) - No último dia 22 de junho, o Supremo Tribunal do Irã manteve a pena de morte para o pastor Youcef Nadarkhani, que foi condenado em 2010 por apostasia, ou seja, por ter deixado a fé islâmica.  

A última execução judicial de um cristão condenado por  aposstasia no Irã ocorreu em dezembro de 1990, quando o reverendo Hossein Soodmand foi enforcado.

Os advogados de Youcef ainda têm que receber a confirmação por escrito, mas eles entendem que a sentença pode ser confirmada a qualquer momento (a menos que ele negue sua fé cristã).

Yousef está preso desde 12 de outubro de 2009. Em 21 e 22 de setembro de 2010, o Tribunal Revolucionário da Província de Gilan declarou Youcef culpado por apostasia e, portanto, condenado à morte. O veredito foi emitido no dia 13 de outubro.

Youcef é pastor dentro da Igreja Iraniana do Evangelho Pleno, uma denominação no norte da cidade de Rasht. 

Youcef e sua esposa, Fatemeh, têm dois filhos pequenos. Fatemeh ficou detida de 8 de junho até 11 de outubro de 2010.

Os cristãos iranianos agradecem por suas orações e pedem que continuemos a interceder para que:

- Youcef não seja executado
- Para que Youcef conheça a presença e a paz de Jesus
- Pela esposa dele, Fatemeh, e os dois filhos para que conheçam o conforto e a esperança de Jesus, e para que essa família possa se reunir o mais breve possível
- Para que os cristãos no Irã não se sintam intimidados, mas que eles permitam que o Senhor dê orientação para suas vidas
- Para que todos os oficiais envolvidos possam ter amor e misericórdia, ajam com justiça, aprendam sobre Jesus e que eles possam decidir segui-lo

Tradução: Portas Abertas 

***
Postado Por Pastor Elias Alves no Missoes Peru - Fonte: Portas Abertas

segunda-feira, 4 de julho de 2011

A IGREJA DA CHINA DEBAIXO DA PERSEGUIÇÃO

A IGREJA DA CHINA DEBAIXO DA PERSEGUIÇÃO

Nova série de fotos da Igreja Evangélica da China do período entre 1960 a 1994, mostrando: prisões, perseguições, pessoas orando, sorrindo, testemunhando e batismo nas águas. Que sua vida possa possa ser inspirada pelo Espírito Santo ao contemplar estas 41 fotos printadas digitalmente sobre o documentário Jesus In Chine IV. Que o Senhor o/a abençoe com um espírito voluntário para evangelização e missões. Espero seu comentário: cruzue@gmail.com - João Cruzué


x46

Prisões e Destruição de templos, 
principalmente sob Mao Tse-tung

x24

x35

x34

x25

x36

x43

Uma Igreja que ora muito

x44

x41

x40

x15a

x15

x13

x4

x6

Que dá bom testemunho de Cristo

x26

x23

x22

x26

x20

x19

x9

x33


Que batiza em secreto em tempos de perseguição

x32

x31

x30

x39

x38

x37


Que congrega e cultua ao Senhor Jesus


x42

x41

x45

x17

x18

http://i460.photobucket.com/albums/qq324/jeancruzue/xna-8.jpg

x10

x7

x2

x1


E que adora evangelizar


x16

x12

x28

x27

x29


Fotos printadas por João Cruzué sobre vídeo-documentário Jesus in Chine 4
***
Postado Por Pastor Elias Alves no Missões Peru - China Para Cristo!

Robert Morrison, o primeiro missionário protestante na China

Blog Ojo Protestante

Tradução: João Cruzué

Robert Morrison nasceu na Escócia em 1782, de uma piedosa família de crentes Presbiterianos. Eram muito pobres e seu pai trabalhava fabricando formas de sapatos. Robert teve que deixar os estudos ainda criança para ajudar-lhe, mas como gostava de aprender, seguiu com os estudos em casa.

Aos 15 anos entendeu o que é mais importante na vida: que ele era um pecador, um homem perdido e para se salvar devia aceitar a Jesus como seu Salvador. Assim ele fez, e depois disso, compreendeu que era seu dever levar também a outros a história desse Salvador para que todos também pudessem se livrar de seus pecados.

Depois de trabalhar por uns tempos nas Igrejas da Inglaterra, Morrison associou-se na Sociedade Missionária de Londres com a idéia de se tornar um missionário na China. Por essa ocasião já dominava o latim, o grego e o hebraico.

Como não havia nenhum missionário protestante ainda na China, Morrison se apresentou para ser o primeiro. Como a principal tarefa que lhe haviam encomendado foi a tradução da Bíblia para o mandarim, se propôs a estudá-lo, enquanto se preparava em medicina e astronomia.

Quando encontrou um manuscrito que continha a tradução de alguns trechos da Bíblia em uma biblioteca, tirou uma cópia para estudar detalhadamente, com a ajuda de um chinês que se ofereceu para ajudar. Esse esforço lhe foi muito útil, pois lhe permitiu economizar um tempo precioso quando esteve na China.

Para chegar até  teve que viajar por cinco meses. Em 04 de setembro de 1807 aportou-se na cidade de Cantão, ao SUL do país, ao lado de Macau, uma colônia portuguesa. Permaneceu ali durante algum tempo, depois conheceu a jovem Mary Morton, com quem se casou em fevereiro de 1809.

Morrison não se deu conta de quão grandes eram as dificuldades que precisava vencer para chegar lá. O que sabia do idioma não lhe permitia o necessário para uma tradução, e quando buscou um mestre não pode encontrá-lo, pois havia uma lei que condenava à morte qualquer pessoa que ensinasse a língua chinesa a um estrangeiro.

Finalmente apareceram dois homens que tinham conhecido alguns missionários católicos que aceitaram ajudar, embora cheios de temor. O medo que possuíam não era tanto quanto à morte em si, senão pela sua forma, em meio a torturas terríveis. Estavam a tal ponto assustados que levavam sempre consigo um frasco com veneno para suicidarem-se caso fossem descobertos.

Aprender o chinês não era coisa fácil e por aquela época era ainda pior, pois não existiam nem dicionários nem bons professores.

John Wesley afirmou certa vez que “ O chinês era um invento do diabo para que não se pudesse pregar o evangelho aos chineses”. Milne, um missionário que mais tarde seria companheiro de Morrison, dizia que para aprender o mandarim era preciso: um corpo de bronze, pulmões de aço, cabeça de carvalho, olhos de águia, coração de apóstolo e memória de anjo... e a vida de Matusalém”

Além de trabalhar na tradução da Bíblia, Morrison se ocupou de fazer uma gramática e um dicionário, para que os missionários depois dele, pudessem aprender o idioma com mais facilidade.

Um chinês chamado Tsae A-ko, foi um grande instrumento preparado por Deus para ajudar o trabalho de Morrison.. Ele ia de noite a sua casa, as portas e as janelas eram bem fechadas, para que ninguém de fora visse o que faziam, por que corria perigo de vida, e ali se punha a traduzir ou corrigir, enquanto que Morrison lhe ensinava as verdades do Evangelho.

Foram gastos 14 anos para traduzir a Bíblia e 16, para concluir o dicionário que foi editado em quatro volumes, com cerca de 4.500 páginas cada um. Tsa A-Ko compreendeu finalmente que aquilo que o missionário lhe ensinava era a Verdade e se batizou em 1814, tornando-se então o primeiro evangélico chinês

Depois de ter traduzido a Bíblia, o problema era sua publicação, pois as penas para quem imprimisse livros cristãos eram tão severas como para aquele que ensinava o idioma. Afortunadamente, depois de muito trabalho, Morrison encontrou quem o fizesse, todavia secretamente. Para diminuir o medo do impressor, quando os pacotes com as Bíblias eram entregues, ele os rotulava com um título falso para disfarçar o “perigoso conteúdo”.

Porém, Morrison não se dedicou somente a traduzir, senão que chegou a estabelecer uma escola chamada Colégio Anglo-Chinês, mais tarde conhecido como Ying Wa College. Esta escola foi transladada para Hong Kong no ano de 1843, quando este território passou a ser controlado pelos britânicos. Esta instituição permanece até os dias de hoje como uma escola secundária.

Robert Morrison nunca teve uma boa saúde e, como trabalha muito, era mesmo impossível que sarasse completamente. Morreu quase repentinamente em 1º de agosto de 1834 em Cantão, China, quanto tinha 52 anos.
Durante sua vida conseguiu a conversão de poucas pessoas, mas seu trabalho traduzindo a Bíblia, preparando o dicionário inglês-mandarim e de edição de uma gramática sino-inglesa, fez com que fosse possível a conversão de milhares de chineses depois da sua morte.

***
Publicado por Pastor Elias Alves no Missões Peru - Perú Para Cristo